Teste da orelhinha - A Triagem auditiva neonatal

Teste da orelhinha é um exame rápido e indolor que pode detectar logo nos primeiros dias de vida, algum problema de audição. O teste é realizado por fonoaudiólogos, logo ao nascimento e, se o resultado indicar algum problema auditivo ("falha na TAN"), o bebê deverá ser encaminhado para um serviço de diagnóstico audiológico. Se não houver falha na triagem, mas o bebê possuir indicadores de risco que podem provocar uma perda de audição, ele deverá ser encaminhado para um serviço médico e deverá receber o encaminhamento para realizar avaliações audiológicas de acompanhamento.

Os exames realizados são as Emissões Otoacústicas e o Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE).

O teste da orelhinha é o procedimento inicial de toda a rede de cuidados e atenção à saúde auditiva infantil no Brasil

Indicadores de risco para deficiência auditiva

    1. Doenças de infecção congênita:
    2. Rubéola
    3. Citomegalovírus
    4. Toxoplasmose
    5. Herpes
    6. Sífilis
    7. Malformações faciais
    8. Síndromes associadas
    9. Doenças neurodegenerativas
    10. Peso ao nascimento inferior a 1500 gramas
    11. Belirrubina em níveis elevados (acima de 20mg/dl)
    12. Permanência em UTI neonatal por mais de 5 dias; uso de ventilação mecânica; uso de ototóxicos;
    13. Traumas
    14. Uso de quimioterápicos.


Fale com um Fonoaudiólogo

 
Para os Pais Para os Professores Para Profissionais de Saúde Auditiva Conheça o Mundo de Leo