Processamento Auditivo

processamento-auditivo.jpg

Os transtornos do processamento auditivo ocorrem devido a uma alteração ou inabilidade na recepção, análise e processamento da informação auditiva. Podem afetar a compreensão de fala, o desenvolvimento das habilidades lingüísticas, a percepção dos sons de fala e conseqüentemente o aprendizado de maneira eficiente. Trata-se de uma dificuldade para entender, discriminar, memorizar e compreender a fala, quando a audição periférica e outras funções cognitivas possuem sua funcionalidade preservadas. Em alguns casos podem ocorrer outras alterações associadas. Nesta sessão você poderá ter acesso a informações sobre a alteração do processamento auditivo.

Perguntas e respostas frequentes sobre as alterações de processamento auditivo

O que é uma alteração de processamento auditivo?

As alterações do processamento auditivo são conseqüência da dificuldade do sistema auditivo na recepção, análise e processamento da informação sonora. Podem afetar a compreensão de fala, o desenvolvimento das habilidades lingüísticas e a capacidade de percepção dos sons, prejudicando desta forma o aprendizado escolar.

Como é realizado o diagnóstico desta alteração?

O diagnóstico só é possível por meio da realização de uma bateria de testes audiológicos, no qual serão verificadas algumas habilidades específicas da função auditiva. A bateria inclui a avaliação audiológica, testes específicos e algumas avaliações eletrofisiológicas que poderão auxiliar neste diagnóstico.

Quem pode apresentar uma alteração de processamento auditivo?

Esta alteração pode ocorrer tanto em adultos como crianças.

Em que idade podemos diagnosticar uma alteração do processamento auditivo?

A avaliação do processamento auditivo requer a competência mínima da habilidade lingüística da criança para aplicação das provas. Além disso, a maturidade do sistema auditivo e neural é importante. Geralmente é possível a avaliação dessas habilidades na fase em que a criança inicia o processo de alfabetização.

Quais são as causas da alteração do processamento auditivo?

As dificuldades de processamento auditivo podem ocorrer devido a diversos fatores. É difícil afirmar o que determina, geralmente não há um único fator associado. Algumas alterações, como transtornos do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), dificuldades no processo de alfabetização, síndromes ou alterações no desenvolvimento podem estar associadas aos problemas de processamento auditivo.

Quais são os sintomas mais comuns desta alteração?

Alterações de processamento caracterizam-se pela dificuldade de compreensão da informação auditiva. Na presença de ruído essa dificuldade é muito maior. Geralmente é a criança com dificuldades para manter a atenção durante explicações verbais, entender a fala em ambientes ruidosos, dificuldades na memorização de frases e nomes, atrasos no desenvolvimento de linguagem, diminuição na motivação para aprendizagem e dificuldades de relacionamento.

Se a criança apresenta uma alteração do processamento auditivo, significa que ela possui uma perda de audição?

A maioria das crianças que possui os sintomas característicos da alteração de processamento apresenta limiares auditivos dentro do padrão de normalidade, ou seja, a sensibilidade auditiva está preservada. É possível a detecção desta alteração por meio da avaliação específica.

Se meu filho possui perda auditiva ele também poderá desenvolver um problema de processamento auditivo?

Não necessariamente. Geralmente, a criança com alteração do processamento auditivo não possui uma perda de audição sensorial. Em alguns casos pode ocorrer a alteração com a perda, mas não de maneira obrigatória. É importante diferenciar as dificuldades que podem ocorrer na compreensão de fala de uma criança com perda auditiva em fase de desenvolvimento de linguagem das alterações de processamento auditivo.

O que eu posso fazer para auxiliar a criança que possui alteração do processamento auditivo?

A criança com alteração do processamento é aquela que escuta a informação, mas não consegue entendê-la. Na presença de ruído de fundo e quando o interlocutor está distante todas essas dificuldades aumentam. Terapia fonoaudiológica, apoio e trabalho psicopedagógico são importantes. Além disso, a utilização dos sistemas de FM poderá ser muito benéfica, uma vez que é um equipamento auxiliar que atua na compreensão de fala por proporcionar uma melhora importante na relação sinal/ruído.



Fale com um Fonoaudiólogo

 
Para os Pais Para os Professores Para Profissionais de Saúde Auditiva Conheça o Mundo de Leo